Atendimento Presencial
Seg a Sex das 08h às 18h
  Sáb das 8h às 13h

Atendimento online
Agende sua teleconsulta
Clique aqui

Fratura de quadril e sua relação com osteoporose

A fratura de quadril é uma lesão considerada grave e que ocorre, normalmente, em pessoas com mais de 65 anos. As pessoas mais velhas estão em maior risco justamente porque os ossos tendem a se enfraquecer com a idade (osteoporose), tornando o esqueleto propenso a fraturas e a consequente fragilidade que leva o idoso às quedas. 

Sinais e sintomas de uma fratura de quadril 

Podemos citar como os principais sintomas da fratura de quadril:

  • Incapacidade de se mover imediatamente depois de uma queda;
  • Dor intensa no quadril ou na virilha;
  • Incapacidade de colocar peso sobre a perna do lado do quadril lesionado;
  • Rigidez, hematomas e inchaço no quadril;
  • Perna mais curta do lado do quadril lesionado.

Tratamento para fratura de quadril

O tratamento para fratura de quadril envolve, normalmente, uma combinação de cirurgia, reabilitação e medicação.

O tipo de cirurgia depende da localização da fratura no osso, a gravidade da fratura e a idade do paciente. As opções cirúrgicas podem incluir o uso de parafusos, placas ou haste, ou então a prótese que pode ser parcial ou total.

Após a cirurgia, o paciente passa pela fase de reabilitação, com um fisioterapeuta. Inicialmente, ele faz exercícios de ganho de mobilidade e fortalecimento. Também é importante aprender técnicas de independência na vida diária, tais como usar o banheiro, tomar banho, vestir e cozinhar.

O profissional também pode indicar o uso de medicamentos que aumentam a densidade óssea e ajudam a reduzir o risco de fratura do quadril. 

É possível prevenir as fraturas de quadril com escolhas saudáveis de estilo de vida. Entre elas: a prática de atividade física (para fortalecer os ossos e melhorar o equilíbrio), não beber em excesso, não fumar e eliminar de casa os riscos de queda, como tapetes e cabos elétricos.

CHAT
ONLINE