Atendimento Presencial
Seg a Sex das 08h às 18h
  Sáb das 8h às 13h

Atendimento online
Agende sua teleconsulta
Clique aqui

Clínica de Ortopedia especializada em joelho

Clínica de Ortopedia especializada em joelho

O joelho é uma articulação formada por diversas estruturas, que permite ao ser humano caminhar, correr, pular, se abaixar, subir e descer escadas, realizar atividades físicas, sendo uma parte fundamental para a correta movimentação dos membros inferiores. 

Mas, muitas vezes, essa região do corpo só é lembrada quando sofre algum desgaste ou é afetada por alguma patologia, causando dor, tensão e desconforto, o que exige a procura por um especialista em joelho.

A ortopedia especializada em joelho é uma área que trabalha em conjunto com outros profissionais, como o médico do esporte, para os pacientes que são atletas ou praticantes de atividades físicas; fisioterapeutas, que participam do tratamento do paciente para reabilitação ou fortalecimento da articulação; e cirurgiões, quando se faz necessário esse tipo de intervenção para tratar quadros mais graves.

E o médico ortopedista, nesse contexto, é o profissional responsável por diagnosticar, tratar as diferentes condições que comprometem a eficácia da articulação e orientar os pacientes quanto à prevenção dos problemas no joelho, que podem acometer:

  • Articulações: perda da mobilidade por dor, lesões e fraturas;
  • Ligamentos: lesão, inflamação ou rompimento, por conta de atrito ou durante a prática de exercícios físicos;
  • Músculos: tensão ou lesões devido a atividades físicas ou acidente;
  • Ossos: fragilidade, traumas e fraturas, em consequência de alterações genéticas, perda de minerais, como o cálcio, dentre outros motivos.

O indivíduo que experimenta uma perda de volume e da integridade dos componentes do joelho por conta da idade também é um exemplo comum de pacientes que buscam a ajuda de um profissional da área. Dentre os quadros mais recorrentes de quem procura pelo ortopedista de joelho estão:

  • Ruptura ou estiramento do Ligamento Cruzado Anterior (LCA): mais comum em atletas que praticam esportes de alta intensidade, como futebol e basquete.;Ruptura ou estiramento do Ligamento Cruzado Posterior (LCP): mais rara do que a anterior, acontece geralmente devido a traumas mais potentes decorrentes de acidentes, quedas, contusão direta no local, etc;
  • Luxação patelar: deslocamento que acontece normalmente por uma força de contração do quadríceps associada a um movimento de flexão e rotação do joelho;
  • Artrose: desgaste da cartilagem que reveste as extremidades ósseas;
  • Condromalácia patelar: amolecimento da cartilagem do osso que fica bem na frente do joelho, denominado patela;
  • Tendinite patelar: inflamação no tendão patelar, que conecta a parte final da patela ao início da tíbia, e acomete principalmente atletas e esportistas que praticam atividades de impacto, como corrida de rua, ou aquelas que exigem frenagem constante, como tênis e basquete;
  • Lesão no menisco: pode ser causada por trauma ou degeneração, principalmente em pacientes acima dos 40 anos, e varia conforme a idade. Os sintomas mais comuns são a dor no joelho e o derrame articular, mais conhecido como água no joelho, por conta da produção excessiva do líquido sinovial;
  • Síndrome do corredor ou síndrome do trato iliotibial: mais comuns em atletas, como corredores e ciclistas, consiste numa inflamação na Bursa (bolsas de líquido que absorvem parte do impacto dos movimentos).

Quando procurar uma clínica de ortopedia especializada em joelho?

É extremamente importante ficar atento aos sintomas iniciais que possam indicar uma patologia no joelho, uma vez que o diagnóstico precoce é sempre favorável para a eficácia de qualquer tipo de tratamento, inclusive em lesões esportivas

Portanto, aos primeiros sinais de dor ou desconforto que perdurem por mais de três dias, sem que haja melhora desses sintomas mesmo com o repouso, procure ajuda profissional. O mesmo é válido para quem também apresenta sintomas adicionais, como febre, inchaço na região ou perda da mobilidade.

Existem alguns fatores que predispõem a dor no joelho, como a falta de estabilidade das estruturas da articulação, por seu mau funcionamento ou fraqueza muscular, desalinhamento dos membros inferiores, sobrecarga nos exercícios físicos, sobrepeso, idade e impactos frequentes. 

Em consulta, o ortopedista de joelho fará uma investigação sobre o histórico do paciente, os sintomas e detalhes da dor, assim como, o exame clínico e, se necessário, serão solicitados exames complementares para definir o diagnóstico e indicar o melhor tratamento.

De forma geral, é essencial ter em mente que o joelho é uma articulação exigida diariamente e de modo constante, o que já justifica quão importante é fortalecer essa região. Então, quando não houver dor ou lesão, os exercícios em academia, com acompanhamento profissional, pode ser o suficiente. 

Mas, se houver dor, quem deve auxiliar o paciente nesse processo de fortalecimento é o fisioterapeuta. O foco deve ser no desenvolvimento da força e flexibilidade, trabalhando principalmente os quadríceps, posteriores de coxa, adutores e abdutores.

Ademais, prefira atividades de baixo impacto, mantenha o peso corporal, tenha cuidado ao caminhar ou correr em terrenos irregulares e, ao sentir qualquer desconforto, procure um especialista.

Ficou com dúvida se precisa passar por um ortopedista de joelho? Entre em contato e agende uma consulta com um dos especialistas do nosso corpo clínico e conte com a infraestrutura completa da Clínica Ortopédica Paulista.

Artigo escrito por Dr. Antonio José Alam

CHAT
ONLINE