Atendimento Presencial
Seg a Sex das 08h às 18h
  Sáb das 8h às 13h

Atendimento online
Agende sua teleconsulta
Clique aqui

Túnel do carpo

Síndrome do túnel do carpo, um nome complexo para um diagnóstico até que bastante comum nos consultórios de ortopedia.

O principal sintoma é a dormência nas mãos, com uma sensação de formigamento, que ocorre geralmente à noite na região interna da mão na linha do polegar.

A síndrome atrapalha e dificulta manusear objetos pequenos e executar tarefas simples como usar uma pinça, se maquiar, enfiar a linha em uma agulha, ou mesmo segurar uma xícara.

A síndrome é resultado da compressão do nervo mediano no canal localizado no pulso, o túnel do carpo. Entre as várias causas a mais frequente são as alterações hormonais que ocorrem na mulher após a menopausa.

Essa doença apresenta alguns fatores de risco que, por si só, não são responsáveis pelo desenvolvimento da síndrome, mas podem sim aumentar as chances de seu aparecimento ou até agravar uma lesão já existente. São alguns deles: anatomia do pulso (quedas e fraturas), inflamatórias (artrite reumatoide), hormonais e medicamentosas.

A estrutura física do punho pode influenciar no aparecimento da síndrome, pois se o paciente teve algum deslocamento ou fratura nessa região, o canal do nervo pode ter se estreitado e vindo, assim, a causar uma pressão excessiva sobre o nervo. Da mesma forma, essa pode ser uma das explicações para o porque de mulheres terem mais chance de desenvolver a doença, pois apresentam uma área menor de túnel do carpo que os homens, havendo mais chance de lesão se ocorrer algo errado.

E, por último, outras doenças podem influenciar ou facilitar o aparecimento da síndrome de túnel do carpo, como inflamações nas articulações que afetam os tendões do pulso; retenção de líquidos, por questões hormonais ou não, que podem aumentar a pressão no nervo; obesidade ou até trabalho com ferramentas vibratórias ou movimentos repetitivos (LER).

Alguns sintomas para identificar o desenvolvimento da síndrome do túnel do carpo incluem: dormência ou formigamento do polegar, dedos indicador, médio e anular; dormência ou formigamento da palma da mão; dor no punho ou que se estenda até o cotovelo; fraqueza ou debilidade de movimentos, principalmente de pinça; entre outros.

Agende sua consulta

Conheça Nossos Convênios

Confira a lista dos convênios parceiros
da Clínica Ortopédica Paulista

Saiba mais

Blog e Artigos

CHAT
ONLINE