Atendimento Presencial
Seg a Sex das 08h às 18h
  Sáb das 8h às 13h

Atendimento online
Agende sua teleconsulta
Clique aqui

Quais as principais causas de dor no ombro?

Quais as principais causas de dor no ombro?

A dor no ombro é comum em pessoas de todas as idades, mas tende a acometer mais diretamente jovens que praticam esportes e idosos.

Não é incomum encontrar praticantes de esportes como tênis, basquete e handebol se queixando de dor nos ombros.

Alguns exercícios de repetição, como os praticados em academias para tonificação muscular, também favorecem os desconfortos no ombro.

Isso acontece porque a repetição de movimentos pode desgastar as articulações do ombro, causando o atrito que é o motivo das dores.

Mas não são apenas os exercícios e esforços físicos que causam dor no ombro, visto que algumas enfermidades podem provocar os mesmos sintomas. 

E é sobre isso que iremos falar a seguir, confira as principais causas de dor no ombro!

1 – Bursite

A bursite é uma inflamação que acomete as bursas.

As bursas são estruturas semelhantes a pequenas almofadas que têm como função proteger os tendões e músculos dos ombros.

Esse tipo de inflamação acomete, na maioria dos casos, praticantes de atividades que exigem muito da capacidade motora dos ombros, como nado, pintura e ginástica.

Tal condição é caracterizada por dor intensa e dificuldade na locomoção dos ombros para realizar atividades simples como pentear o cabelo ou escovar os dentes.

2 – Tendinite

A tendinite tem como característica a inflamação de tendões, como seu nome já sugere.

No ombro, a tendinite compromete toda a estrutura dos tendões locais provocando, além da dor intensa, uma sensação de fraqueza no indivíduo que está passando pelo processo inflamatório.

A identificação da tendinite nos ombros se dá pelo local da dor, que geralmente é a parte frontal do ombro.

Essa condição dificulta movimentos como o de levantar os braços para frente.

3 – Artrite

A artrite é uma doença degenerativa que geralmente é observada em idosos, mas não deve ser descartada em pessoas mais jovens.

Essa condição é caracterizada principalmente por uma forte inflamação nas estruturas das articulações do corpo, causando muita dor, dificuldade de locomoção e inchaços no local.

4 – Capsulite adesiva

A Capsulite adesiva também é conhecida como a “doença do ombro congelado”. 

Trata-se de uma severa inflamação nas articulações do ombro que praticamente imobiliza essa região do corpo da pessoa acometida.

A dor e dificuldade de mover o ombro e o braço surgem gradualmente. 

Essa condição acomete, em sua maioria, mulheres acima de 40 anos que já tiveram o braço imobilizado por mais de 2 meses.

Além de afetar cartilagens e ossos do ombro, essa doença também provoca contraturas musculares, tornando ainda mais difícil o seu tratamento.

5 – Fraturas

Quedas e acidentes geralmente provocam lesões que podem ser identificadas facilmente, sendo em alguns casos até expostas.

Mas existem pequenos acidentes e pancadas que lesionam ossos e cartilagens de forma “silenciosa”, provocando apenas mais tarde alguns sintomas, quando são finalmente identificadas.

Na estrutura do ombro existem ossos como o úmero e a clavícula que podem ser lesionados facilmente e submeter o indivíduos acometidos a muitas dores.

Além disso, acidentes mais graves como quedas e acidentes automobilísticos são grandes causadores de fraturas no ombro.

Diagnóstico e tratamentos

Em todos os casos de dor no ombro um ortopedista deve ser visitado, a fim de serem feitos exames de toque e de imagem, como ultrassonografias e tomografias.

Nos casos de inflamações como tendinite, artrite e bursite, o uso de medicamentos certamente será a primeira opção.

Já no que diz respeito às condições que afetam diretamente a capacidade motora do indivíduo, fisioterapias devem ser incluídas no tratamento.

Já no caso da capsulite adesiva e também a tendinite em seu grau mais agudo, que podem causar os chamados “travamentos” do ombro, só poderão ser revertidos com a realização de fisioterapia.

No caso das fraturas, principalmente aquelas causadas por acidentes, o quadro pode ser mais grave e exigir intervenções cirúrgicas para correção.

De toda forma, ao sentir qualquer tipo de dor no ombro visite um ortopedista para que o seu quadro seja avaliado e a melhor opção de tratamento para o seu caso seja definida e posta em prática.

A clínica paulista possui uma equipe de ortopedistas especialistas prontos para te atender, agende já sua consulta!

CHAT
ONLINE