Atendimento Presencial
Seg a Sex das 08h às 18h
  Sáb das 8h às 13h

Atendimento online
Agende sua teleconsulta
Clique aqui

Consigo voltar a andar depois de quebrar o quadril?

Pacientes que sofrem fratura de quadril e são submetidos a cirurgia conseguem recuperar muito ou quase toda a mobilidade que tinham antes. 

Normalmente, após o procedimento, esses pacientes são encorajados a sair da cama no dia seguinte com a ajuda de um fisioterapeuta. Este profissional irá trabalhar com o indivíduo para que ele recupere a força e a capacidade de andar. Esse processo pode levar até três meses.

Como acontece a fratura do quadril?

O quadril é a articulação que liga o osso da coxa (fêmur) ao osso da bacia (pélvis), permitindo os movimentos dos membros inferiores.

No quadril normal a cabeça do fêmur e a pélvis são cobertos por uma cartilagem macia que permite o fácil deslizamento da cabeça do fêmur dentro da cavidade acetabular. Sendo assim, uma articulação normal deve possibilitar os movimentos do quadril em várias direções, ser estável e indolor.

A fratura de quadril ocorre quando há uma quebra no quarto superior do fêmur. A extensão da quebra depende das forças envolvidas e o tipo cirurgia indicada é baseada principalmente nos ossos e tecidos moles afetados ou no nível da fratura.

O diagnóstico de uma fratura de quadril é normalmente feito por um raio-X do quadril e do fêmur. Contudo, em casos de fratura incompleta, ela pode não ser vista em um raio-X regular, sendo necessária a ressonância magnética (RM), que mostra uma fratura oculta. 

Se o paciente for incapaz de fazer uma ressonância magnética por causa de uma condição médica associada, a tomografia computadorizada (TC) pode ser realizada. 

Principais sintomas da fratura no quadril

Normalmente, o paciente que sofre uma fratura de quadril apresenta dor na parte superior externa da coxa ou na virilha. Além disso, pode haver desconforto significativo com qualquer tentativa de flexionar ou girar o quadril.

Caso o osso esteja completamente quebrado, a perna pode parecer mais curta que a perna não lesionada. O paciente frequentemente mantém a perna lesionada em posição fixa, com o pé e o joelho virados para fora.

Quando se submeter a uma cirurgia no quadril?

Uma vez que o ortopedista especialista em quadril diagnosticar a fratura, é hora de avaliar a saúde geral e a condição médica do paciente. 

A maioria dos profissionais concorda que os pacientes possuem melhor recuperação se forem operados com bastante rapidez. No entanto, é importante garantir a segurança dos pacientes e maximizar sua saúde geral antes da cirurgia, através de exames cardíacos e outros estudos diagnósticos.

O principal objetivo dessa cirurgia é diminuir a dor da articulação e a incapacidade de realizar movimentos.

Artigo escrito pelo Dr. Marcos Antonio Pavan

CHAT
ONLINE