Atendimento Presencial
Seg a Sex das 08h às 18h
  Sáb das 8h às 13h

Atendimento online
Agende sua teleconsulta
Clique aqui

Cirurgia de prótese no joelho

Você já ouviu falar na prótese total de joelho? Pois bem, ela nada mais é do que um implante utilizado para substituir a articulação do joelho. 

Essa técnica. muito utilizada para joelhos degenerados e dolorosos, possui resultados satisfatórios na grande maioria dos casos. 

A prótese do joelho é na realidade a última linha de tratamento da artrose do joelho. Antes dela, deve-se tentar o tratamento não cirúrgico, com fisioterapia, exercícios específicos, perda de peso e alguns medicamentos que podem auxiliar no manejo da dor. 

Geralmente, a indicação de colocação da prótese geralmente vem do ortopedista especialista em joelho, quando o mesmo já tentou todas as alternativas terapêuticas, porém o paciente ainda sente dor intensa contínua. 

Nestes casos, a substituição da articulação do joelho pela prótese oferece resultados extremamente satisfatórios.

É importante alertar o paciente que a prótese não dura por tempo indeterminado. Normalmente, ela precisa ser trocada a cada 10 ou 15 anos. Porém, existem casos em que ela dura mais de 25 anos. 

A cirurgia de troca da prótese é uma cirurgia tecnicamente mais difícil e mais complicada, com maior chance de complicações. 

Por esse motivo o ortopedista costuma indicar a colocação da primeira prótese o mais tardiamente possível, para não ser necessária a sua troca. 

Alguns outros motivos que viabilizam a troca da prótese são infecção e falhas técnicas na sua implantação. Em alguns casos, a prótese solta antes do esperado, sem causas identificáveis.

Após a cirurgia para a colocação da prótese de joelho, o paciente deve andar com auxílio de andador/muletas por, aproximadamente, quatro semanas, porém já pode pisar com carga parcial desde o segundo dia após a cirurgia. 

Neste período pós operatório, também é fundamental uma boa reabilitação com orientação fisioterápica. Após dois meses da cirurgia, espera-se que o paciente ande sem auxílio de muletas.

Artigo escrito pelo Dr. Antonio José Alam

CHAT
ONLINE