Atendimento Presencial
Seg a Sex das 08h às 18h
  Sáb das 8h às 13h

Atendimento online
Agende sua teleconsulta
Clique aqui

Artrose de Quadril

Uma das principais causas de morbidade e inabilidade entre as pessoas idosas se refere ao desgaste da cartilagem do quadril (artrose). 

A artrose do quadril é um problema degenerativo que afeta as pessoas, principalmente, depois dos 55 anos de idade. Contudo, ela também pode estar associada a traumas na região, uso crônico de corticoide, abuso de álcool, alterações da coagulação sanguínea e dislipidemias (níveis elevados de gordura no sangue).

Os primeiros sinais desse tipo de desgaste são dores na região do quadril durante ou após atividades físicas. Em alguns casos, a dor pode surgir também quando a pessoa se levanta após permanecer sentada por horas.

Somente um ortopedista é capaz de constatar o desgaste nas cartilagens do quadril, após uma avaliação clínica e também a análise de exames de imagens, como raios X e ressonância magnética.

Principais causas da artrose de quadril

Existem duas formas básicas de alterações: a artrose primária (ou idiopática) e a artrose secundária, que são determinados de acordo com os fatores responsáveis pela causa da doença.

A artrose primária ocorre em cerca de 48% dos casos e é aquela em que, geralmente, não se é possível identificar a causa precisa do desgaste articular. Até o momento, sabe-se que alguns fatores como predisposição genética, estilo de vida com intensa sobrecarga e desequilíbrios musculares podem estar relacionados a esse tipo de artrose.

Já a artrose secundária é responsável por cerca de 52% dos casos de desgaste da articulação do quadril e é basicamente definida por casos em que a degeneração foi provocada por defeitos congênitos ou adquiridos. 

As causas mais comuns da artrose secundária são: doenças da infância, como displasia do desenvolvimento do quadril e síndrome de Legg-Calvé-Perthes; impacto femoroacetabular, processos inflamatórios ou infecciosos no quadril; distúrbios metabólicos e hormonais e também a obesidade.

Sinais e sintomas da artrose de quadril

A artrose de quadril é uma doença de progressão gradual. Sendo assim, os seus sinais e sintomas seguem uma sequência progressiva de leves e pouco limitantes para intensos e extremamente limitantes.

De maneira geral, os primeiros sinais da artrose de quadril são: rigidez articular, sobretudo pela manhã; dor em locais próximos da articulação como a nádega, virilha e lateral da coxa e dor associada à limitação de movimentos do quadril durante a realização de atividades de vida diária como entrar e sair do carro ou calçar os sapatos.

Inicialmente os sintomas são leves, mas no decorrer do processo, a doença e o comprometimento articular progridem e, assim, a rigidez na articulação passa a ser mais constante, as dores se tornam mais intensas e não melhoram com o repouso.

Podemos citar como os principais sintomas da artrose de quadril:

  • Dor na nádega, coxa ou virilha;
  • Rigidez articular, principalmente pela manhã;
  • Crepitação articular durante o movimento (estalidos na articulação);
  • Dificuldade para r ficar de pé por muito tempo, sentar em cadeiras ou sofás mais baixos, caminhar, sair e entrar no carro, cruzar as pernas, calçar sapatos e meias ou lavar os pés:
  • Deformidade articular;
  • Em estágio avançado, o paciente pode sentir as dores e desconfortos da artrose de quadril mesmo que esteja parado (principalmente à noite).

Quando a artrose de quadril pode ter indicação cirúrgica?

Quando as cartilagens não estiverem totalmente gastas, é possível iniciar um tratamento com medicamentos anti-inflamatórios para aliviar a dor, além de repouso e exercícios físicos específicos, acompanhados por um profissional.

Entretanto, quando as cartilagens já estiverem muito comprometidas, pode ser indicada uma cirurgia de artroplastia, que é a substituição da articulação gasta do quadril por uma prótese. 

Normalmente, a cirurgia é recomendada para pacientes que sentem muitas dores, começam a tomar anti-inflamatórios todos os dias e acabam tendo dificuldade em realizar as atividades diárias. 

A recuperação da artroplastia de quadril dura cerca de seis semanas e, durante esse tempo, o paciente precisa ter alguns cuidados para evitar possíveis complicações. 

CHAT
ONLINE